Share

23 Salões de Manicure São Fechados em Todo Estado

Este post também está disponível em: Inglês, Espanhol

Da Redação

Traduzido por Frederico Alberti

Em resposta a várias reclamações de empregados de salões de beleza e artigos recentes noticiando práticas questionáveis, o Departamento Salarial do Trabalhador e a Divisão de Normas e Padrões de Segurança do Trabalho de Connecticut, recentemente, investigaram 25 salões de manicure em todo o estado, resultando na emissão de ordens para fechar 23 por violações salariais.

Segundo o comissário estadual do Trabalho, Sharon M. Palmer, como resultado destas investigações o departamento recuperou mais de US$ 47.350 em salários que não foram pagos aos empregados – principalmente para os pagamentos salariais mínimos exigidos – e espera arrecadar ainda mais para os trabalhadores. Um adicional de US$ 79 mil em penalidades civis foi aplicado e cobrado por falsos relatórios de folha de pagamento e pagamento de funcionários em dinheiro, além de US$ 21.300 por violações de salário baseado em horas de trabalho.

Vistorias de surpresa foram planejadas e executadas no dia 3 de agosto de 2015, o que resultou em ordens para fechar os seguintes estabelecimentos:

  • Hartford: La Nails, American Nails, Modern Nails, Pink Nails, Touch Nails
  • New Haven: Magic Nail and Spa, Fashion Nail and Spa, Outo Nails
  • Stamford: Fiji Nail Salon, Cozy Nail Salon, Classic Nails, Lux Nails, Ace Nails
  • Branford: Oasis Nails, Pretty Nail and Spa, Sera Nail Salon, Town Nails, Simply Nails
  • Westport/Darien/Southport: Posh Nail and Spa LLC (3 localizações), Queen Nail and Spa, Finger Nails

De acordo com Gary Pechie, diretor da Divisão de Normas e Padrões de Segurança do Trabalho, agentes de trabalho e investigadores determinaram que os trabalhadores estavam sendo pagos em dinheiro sem registro em folha de pagamento, e os salários estavam abaixo do salário mínimo de US$ 9,15 por hora, além de não fornecerem nenhum pagamento de horas extras. Além disso, vários salões não têm coberturas adequadas de compensação do trabalhador. Todos os 23 salões se encontram, agora, em conformidade com as leis estaduais e os estabelecimentos foram autorizados a retomar os trabalhos.

Pechie observou que, após a atividade de execução, o Departamento de Trabalho foi procurado por vários grupos de empregadores envolvidos com serviços de salão. Como resultado, além de investigações em curso dos salões de Connecticut, a divisão irá também fornecer informações e materiais educativos para esses empregadores sobre as leis estaduais.

“É prioridade da Divisão a divulgação e educação, por isso, nós pedimos que os empregadores que tenham perguntas sobre as leis de salário entrem em contato com a unidade no telefone 860-263-6790 ou visite o site da agência no endereço www.ct.gov/dol e clique em “wage and workplace standards” (padrões salariais e do local de trabalho), para obter informações”, disse Pechie, acrescentando que os funcionários que acham que não estão recebendo uma quantia adequada, ou não foram pagos devidamente, devem baixar um formulário de reclamação, localizado no site da unidade.

Leave a Comment