Share

Alfabetização financeira para adolescentes

Este post também está disponível em: Inglês, Espanhol

Por Catherine Blinder

 

Depois de um longo inverno, muitos adolescentes estão ansiosos pelas férias escolares e já devem estar à procura de empregos temporários de verão. Junto da crescente independência e do sentimento de dignidade que o trabalho proporciona, existe também a responsabilidade de administrar o seu dinheiro. Embora não seja uma grande quantidade de renda, é uma boa oportunidade para aprender habilidades que irão ajudá-lo na vida adulta, quando tiver mais dinheiro para gerenciar!

Necessidades e Desejos:

A diferença entre Necessidade e Desejo é algo que até mesmo as crianças podem compreender mas, à medida que crescem, a pressão dos colegas ou grupos é capaz de mudar a sua percepção, e a sua compreensão do que é uma Necessidade se torna mais complexa.

Essencialmente, a Necessidade é algo que precisamos para sobreviver e o Desejo é algo que gostaríamos de ter, mas não precisamos para sobreviver. Algumas coisas que precisamos, como o ar para respirar, não custam nada. Mas muitas custam. E é sobre elas que iremos discutir.

Necessidades variam de família para família, de pessoa para pessoa. Uma pequena família pode se contentar com um carro menor, já uma grande família pode precisar de um carro maior. Todos nós precisamos de comida para sobreviver, mas não precisamos realmente de refrigerante, doces e sorvete! Você pode precisar de sapatos, mas não necessariamente daqueles tênis de US$ 160!

Economias:

Como realizar alguns de seus Desejos? Economizando. Poupança regular, mesmo em conta poupança com juros baixos, vai somando e te permitirá desfrutar dos Desejos e outros objetivos financeiros que você definiu para si mesmo.

Quando você mora com a família, a maioria das suas Necessidades, se não todas, são atendidas. Ao sair de casa para a faculdade ou um emprego, saber a diferença entre uma Necessidade e um Desejo será mais importante. E, especialmente, mais importante para tomar decisões a longo prazo a respeito do seu suado dinheiro. Mesmo que receba US$ 100 por semana, fazer uma economia orçamentária para objetivos de curto e longo prazos, irá prepará-lo para quando for morar sozinho e ser responsável pelo seu próprio bem-estar financeiro.

Se você puder definir metas de curto e longo prazos (a de curto prazo pode ser um show que você gostaria de ir daqui 5 semanas) e se for capaz de economizar US$ 15 de cada pagamento, você conseguirá economizar o suficiente para alcançar esse objetivo. A meta a longo prazo pode ser a compra de um carro, o que pode levar muito mais tempo para ser alcançada. Mas, se você está comprometido com a poupança e andar na linha, isso irá acontecer.

Banco:

Abrir uma conta bancária é a melhor maneira de administrar o seu dinheiro. Bancos e cooperativas de crédito farão de tudo para abrir a sua conta inicial e alguns chegam a assumir seu primeiro depósito. O mais prático é ter ajuda da sua família para abrir uma conta poupança no banco que eles usam. Mas é prudente avaliar bem as melhores ofertas, taxas de juros, termos e condições. Faça seu dever de casa.

(Você pode até mesmo economizar o dinheiro da sua família mudando para um banco ou cooperativa de crédito diferente!)

Muitas pessoas pedem empréstimos ou pedem adiantamentos de salários para conseguir fechar o mês, mas conforme discutido em um artigo anterior, esses serviços são perigosos. Eles não são regulamentados como bancos e cooperativas de crédito e cobram taxas de juros exorbitantes, chegando a mais de 400% nas taxas de juros anuais. As pessoas frequentemente são pegas em um ciclo interminável de empréstimos para pagamento de dívida com juros a cada mês.

Quanto antes você puder aprender sobre orçamento e economia, mais chances terá de administrar com sucesso o seu dinheiro quando adulto. E imagine a satisfação de economizar o suficiente para pagar parte de seus estudos, comprar aquele carro ou tirar férias – você vai saber que fez isso cuidadosamente, através de trabalho duro e planejamento rigoroso. E talvez você realmente economize para comprar os tênis de US$ 160 como um objetivo de curto prazo!

 

Este artigo foi escrito por Catherine Blinder, diretora executiva de educação e divulgação do Departamento de Defesa do Consumidor do Estado de Connecticut. Para saber mais sobre como o Departamento de Defesa do Consumidor pode ajudar, acesse www.ct.gov/dcp.

Leave a Comment