Share

Chefes de Agências do Estado Lançam Campanha Direção Segura para Adolescentes no Verão

Este post também está disponível em: Inglês, Espanhol

Da Redação

Traduzido por Frederico Alberti

Em 14 de maio, a vice-governadora Nancy Wyman anunciou o lançamento da campanha anual do estado para direção segura no verão, uma iniciativa de múltiplas agências combinando divulgação e aplicação da lei para impedir que menores de idade bebam e dirijam ou prejudiquem a condução entre os motoristas jovens.

A campanha começou em um evento do Hospital e Centro Médico Saint Francis, em Hartford, com a ajuda do comissário do Departamento de Veículos Motorizados (DMV) do Estado Andres Ayala Jr; do comissário do Departamento de Transporte (DOT) James Redeker; comissária do Departamento de Saúde Pública (DPH) Jewel Mullen; comissário do Departamento de Defesa do Consumidor (DCP) Jonathan Harris; comissária do Departamento de Saúde Mental e Serviços Toxicodependência (DMHAS) Miriam Delphin-Rittmon; membros da Polícia do Estado de Connecticut; a Associação de Chefes de Polícia de Connecticut; e outros defensores.

“Com algumas das mais duras leis de condução de adolescente no País, Connecticut está registrando menos lesões e mortes entre os jovens condutores, o que é uma boa notícia para todos”, disse a vice-governadora Wyman. “Dito isto, os adolescentes ainda estão entrando em carros com motoristas bêbados, e eles estão relatando beber ao volante. Agências estaduais de Connecticut, órgãos de execução de leis e outros estão unidos hoje em um esforço para manter os nossos jovens motoristas – e nossas estradas – seguros para todos.”

Estatísticas recentemente divulgadas pelo DMV mostram que mortes de condutores e passageiros adolescentes estavam em uma baixa de 12 anos em 2014, com apenas uma fatalidade entre os motoristas de 16 e 17 anos e nenhuma entre os passageiros dessa idade.

“Com formaturas, festas e temporada de shows de verão chegando, esta é uma boa oportunidade para lembrar a todos os motoristas de suas responsabilidades ao volante”, disse o comissário Ayala do DMV, cuja agência patrocina o programa de educação “Você não está apenas a passeio, segurança é responsabilidade de todos”. Ele acrescentou: “O DMV e as polícias estaduais e locais fazem cumprir as leis de direção segura, mas a prevenção em casa, no veículo, e entre amigos é a chave para estradas mais seguras.”

Entre 2009 e 2013, as estatísticas estaduais do DOT mostram que 1.042 acidentes relacionados ao álcool envolveram motoristas entre 16 e 20 anos de idade. Entre eles, 46 acidentes fatais e 52 mortes.

O DOT está lançando a campanha financiada pelo governo federal “Não é meu filho”, uma série de comerciais de televisão e rádios, anúncios em outdoors e mensagens de mídia social que destacam os perigos de dirigir alcoolizado.

“Devido à sua inexperiência ao volante, motoristas adolescentes correm um risco maior de se envolverem em acidentes – na verdade, acidentes automobilísticos são a principal causa de morte de adolescentes norte-americanos”, disse o comissário do DOT Redeker. “Divulgar essa importante mensagem encoraja os pais a assumirem um papel ativo na segurança, e pode nos ajudar a evitar lesões e tragédia.”

Em 2013, a Pesquisa da Escola de Saúde de Connecticut (CSHS), realizada pelo DPH e pelo Departamento de Educação de Connecticut relatou o seguinte:

– 22% dos adolescentes relataram ter estado em um carro com um motorista bêbado.

– 9% dos motoristas adolescentes relataram ter dirigido enquanto consumiam álcool.

“Na CSHS 2013, constatamos que um em cada cinco estudantes relataram consumo excessivo de álcool, e bem mais de um terço dos adolescentes disseram que consumiram álcool no mês anterior à pesquisa”, disse a comissária do DPH Dr. Mullen.

A campanha de direção segura de adolescentes no verão inclui esforços adicionais da Divisão de Controle de Bebidas Alcoólicas do DCP e das polícias estaduais e locais.

A Divisão de Controle de Bebidas Alcoólicas do DCP ajuda a manter o álcool fora do alcance dos adolescentes através da educação de varejistas e da realização de atividades de fiscalização que geram grandes consequências para aqueles que venderiam bebidas alcoólicas a menores de idade”, disse o comissário Harris. “Nossos esforços, combinados com os de pais, amigos, varejistas, educadores, aplicação da lei e todos que ouvem esta mensagem, podem salvar vidas.”

Programas de prevenção também estão sendo patrocinados pelos DPH, DMHAS, concertos Live Nation, MADD e outros defensores.

“Estamos todos muito familiarizados com as consequências trágicas de menores bêbados”, disse a comissária do DMHAS Delphin-Rittmon. “Esta iniciativa pode ajudar a salvar vidas. Educação, fiscalização e tratamento são estratégias que impactam positivamente as vidas de jovens e suas famílias.”

Leave a Comment