Share

Como Administrar o que Você Ganha

Este post também está disponível em: Inglês, Espanhol

Por Catherine Blinder

Taduzido por Frederico Alberti

Com um orçamento, você decide para onde seu dinheiro vai, em vez de se perguntar para onde ele foi!!

É fácil gastar além da conta nas festas de fim de ano. Mas é ainda mais fácil ficar dentro do seu limite se você planejar com antecedência e elaborar um orçamento. Criar um orçamento para as festas é uma boa prática para organizar as finanças da família por todo o ano.

Um orçamento é apenas uma estimativa das receitas e despesas de um período de tempo definido. Ele ajuda a manter o controle das despesas “fixas”, como aluguel, financiamento imobiliário, prestações do carro, tv a cabo, transporte, seguros, mensalidades escolares etc. – despesas que permanecem as mesmas, ou quase as mesmas, mês após mês.

O orçamento também pode ajudá-lo a identificar suas despesas “variáveis”, e assim você pode ajustá-las para se manter dentro de seus limites.

Se você sabe quais são suas despesas fixas e variáveis – roupas, alimentação, lazer, presentes, etc., e considerando que sua renda não varia, você pode facilmente descobrir o que é supérfluo. Por exemplo, se você ganha US$ 2.000 dólares (já descontados os impostos), suas despesas fixas são de US$ 1.200 e as variáveis ficam em torno de US$ 350, você sabe que tem US$ 450 para poupar e usar em despesas inesperadas (ou compras de presentes de Natal).

A internet e os smartphones ajudam a comparar preços com muita facilidade. Mas seja cuidadoso ao comprar online. Tenha certeza que você está em um site confiável e com boas avaliações para que não haja nenhum problema. Compare preços e promoções com cupons sempre que puder. Planejar com antecedência ajuda a economizar dinheiro e a manter o orçamento, além de deixá-lo preparado em caso de surgirem despesas inesperadas.

Se você atrasa, você paga. Essa máxima vale para quase todos os aspectos do orçamento. Se você usa cartões de crédito no fim do ano e depois descobre que não pode pagá-los no vencimento, em janeiro, isso afeta sua taxa de crédito, o que resulta em juros mais elevados. Não gaste mais do que pode pagar por muitos meses seguidos. Lembre-se que a dívida do cartão de crédito é relativamente cara. E se você só fizer o pagamento mensal mínimo exigido, você nunca conseguirá quitar a dívida.

Quando você não tem dinheiro suficiente para pagar suas contas, consertar seu carro, cobrir despesas médicas imprevistas ou pagar a escola, esportes e necessidades extracurriculares das crianças, a saída não está em tomar empréstimos de curto prazo ou usar excessivamente cartões de crédito com seus altos juros. A solução é sentar e refletir honestamente sobre o que você “precisa” e o que você “quer”.

Crie um orçamento razoável – as circunstâncias de nossas vidas mudam, então um orçamento precisa ser flexível e refletir claramente o que esperamos ganhar e gastar. Certifique-se de que você leva em conta o inesperado, colocando o que for possível em uma conta poupança. Não importa qual a sua renda, você pode criar um orçamento que irá ajudá-lo a atingir suas metas e trabalhar em direção a seus sonhos, seja comprar uma casa, um carro, pagar a escola, uma viagem de férias ou apenas poupar para o futuro.

Este artigo foi escrito por Catherine Blinder, chefe da área de educação e divulgação do Departamento de Defesa do Consumidor do Estado de Connecticut. Para saber mais sobre como o Departamento pode ajudar, visite-nos online em www.ct.gov/dcp.

Leave a Comment