Share

De Mudança? Dicas Para Escolher Uma Transportadora Que Possa Confiar

Este post também está disponível em: Inglês, Espanhol

Por Catherine Blinder

Traduzido por Frederico Alberti

Mudança pode ser emocionante, especialmente se você está a caminho de uma casa melhor, um bairro melhor ou para um trabalho melhor! Você tem que se certificar que a transportadora que você escolhe transporte seus pertences com cuidado e profissionalismo.

De acordo com o Departamento de Transportes dos EUA, ocorrem mais de 40 milhões de mudanças por ano, a maioria sem problemas. No entanto, qualquer pessoa com um caminhão e um site podem montar uma transportadora e, infelizmente, os golpistas se aproveitam de consumidores não seguindo as regras ou não agindo eticamente.

Das mais de 8.000 queixas contra transportadoras no ano passado, as mais comuns são:

  • Dano ou desaparecimento de pertences pessoais e dificuldade em obter uma indenização por perdas e danos.
  • Contas finais muito mais elevadas do que o orçamento.
  • Atraso no tempo de entrega.
  • Danos em apartamentos, casas e condomínios.
  • Transportadoras que exigem um pagamento adicional antes de liberar a propriedade.
  • Consumidores responsabilizados por taxas de armazenamento durante a negociação de pagamento final.

De acordo com a lei federal, transportadoras devem dar uma cópia da publicação federal “Seus Direitos e Responsabilidades Quando Você Muda”. Se eles não entregarem, peçam uma cópia, pois muitas de suas perguntas serão respondidas, além de boas sugestões (como sugerindo que você abra suas caixas na chegada e verifique se há danos. Você só tem nove meses para realizar queixas por bens danificados!).

Converse com seus amigos e membros da família que mudaram recentemente. Eles podem ajudar você nos desafios que eles encontraram quando precisaram de uma transportadora.

Preste atenção nos sinais que mostram que sua transportadora é respeitável. Por exemplo, transportadoras respeitáveis costumam fazer uma visita ao local antes de fechar o contrato. Certifique-se de ler todas as informações que estão no contrato antes de assiná-lo. Lembre-se de sempre ler as letras miúdas em qualquer coisa que você assinar, desde o contrato inicial até a lista de embarque (a lista detalhada do que foi transportado). E tenha a garantia do orçamento por escrito.

Além disso, transportadoras respeitáveis:

  • Provam que são certificadas e registradas junto ao Departamento de Transporte de Connecticut, bem como mostram o comprovante de seguro.
  • Costumam pedir um depósito razoável, mas não exigem dinheiro ou pagamento integral com antecedência.
  • Oferecem dois níveis diferentes de seguro completo que garante que você receba o valor total de substituição de seus pertences, o que significa que a transportadora só assume a responsabilidade de não mais que 60 centavos por libra por item.

Não contrate uma transportadora se ela:

  • Estiver disposta a lhe dar uma estimativa por telefone.
  • Solicitar a sua assinatura em documentos incompletos ou em branco.
  • Exigir uma grande soma de dinheiro adiantado antes da mudança.
  • Não retornar telefonemas ou confirmar uma data.
  • Ter caminhões sem identificação, ou se a empresa tiver um nome como “Moving Company”.
  • Não fornecer endereço local ou licenciamento e seguro como informações em seu site.

 

Se você foi enganado, entre em contato com:

Departamento de Transporte de CT em http://www.ct.gov/dot/complaintform

Better Business Bureau em https://www.bbb.org/consumer-complaints/file-a-complaint/get-started

Departamento de Transporte dos EUA em http://nccdb.fmcsa.dot.gov

Move Rescue, um grupo de defesa do consumidor que o ajuda quando seus pertences estão sendo retidos por uma transportadora: 800-832-1773.

Para mais informações sobre transportadoras, consulte www.protectyourmove.gov.

Este artigo foi escrito por Catherine Blinder, chefe do Departamento de Defesa do Consumidor do Estado de Connecticut. Para saber mais sobre como o Departamento de Defesa do Consumidor pode ajudar, ligue para (860) 713-6300 ou visite-nos online em www.ct.gov/dcp.

Leave a Comment