Share

DMV Anuncia Mudança na Lei OUI que Começa em 1o de Julho

Este post também está disponível em: Inglês, Espanhol

Traduzido por Frederico Alberti

A partir do dia 1o de julho de 2015, operadores processados por trabalharem sob a influência (OUI) de álcool, drogas ou ambos, e, por isso, têm as suas licenças suspensas administrativamente pelo DMV, serão obrigados a instalar um dispositivo de bloqueio da ignição (IID) para conseguirem recuperar suas licenças. O período que os operadores devem utilizar o IID dependerá da idade (se eles têm mais de 21 anos de idade no momento da infração), se eles são reincidentes ou se eles já falharam em algum teste de álcool ou se recusaram a fazer o tal teste no momento em que foram presos.

OUI é um crime no qual se aplicam ambas as sanções: administrativas e penais. Antes desta mudança na lei estadual, o IID não era obrigatório após a suspensão da licença, no âmbito do programa administrado pelo DMV. IIDs já são obrigatórios após uma condenação judicial por OUI.

O IID requer que os operadores soprem um tubo em um dispositivo para colher uma amostra. Deste modo, o veículo não arranca se eles tiverem acima de 0,025 de álcool no sangue. Durante o uso do veículo, o condutor será obrigado a apresentar amostras adicionais em intervalos aleatórios. Violações irão estender o tempo de exigência do IID. Além disso, também serão feitas acusações criminais se o condutor operar um veículo que não esteja equipado com um IID, ou se colocarem outra pessoa para fazer o teste no lugar deles ou, ainda, se o IID for violado ou desativado.

Para saber mais sobre os requisitos IID, as suspensões relacionadas com o programa de bloqueio de ignição, entre no site do DMV em ct.gov/dmv.

Leave a Comment