Share

Fique Atento a Golpes Envolvendo Falsas Ligações e E-Mails da Receita Federal

Este post também está disponível em: Inglês, Espanhol

Por Catherine Blinder

 

Dia 15 de abril. A data limite para apresentar o imposto de renda está rapidamente se aproximando, e muitas pessoas já apresentaram sua declaração anual. (Especialmente aqueles que estão esperando reembolso!) Mas algumas, por diversas razões, não estão em dia com seu preenchimento.

Há dois golpes comuns, particularmente nesta época do ano. Primeiro, se você está atualizado com seus registros fiscais ou não, alguém fingindo ser da Receita Federal pode ligar para roubar sua identidade ou dinheiro. Segundo, alguém pode oferecer-lhe apoio fiscal ou serviços com promessas de economizar uma quantia significativa.

Golpes com a RF

Todos os anos vemos mais golpes envolvendo falsas ligações e e-mails da RF. Este ano não é exceção. Se você responder a estas ligações com as informações que eles estão pedindo — dados normalmente muito pessoais, como seu número de “social security”, números de contas bancárias e data de nascimento — corre o risco de ter sua identidade roubada e suas contas bancárias invadidas. Se você fizer o pagamento que eles pedem, nunca mais verá o dinheiro, especialmente se usar um cartão pré-pago.

Recentemente, um golpe de telefone visando refugiados e imigrantes tem sido relatado em todos os estados do país, mas especialmente naqueles onde existem grandes concentrações de imigrantes.

Estes golpistas são hábeis em enganar as pessoas. O identificador de chamadas, muitas vezes mostra que é da RF, eles soam convincentes, porque usam uma linguagem que parece a oficial do governo, usam nomes falsos e números de identificação, muitas vezes sabem muito sobre a pessoa que estão ligando. Mas muito dessa informação está facilmente disponível para eles on-line.

As vítimas geralmente são informadas de que devem dinheiro à RF e deve ser pago imediatamente, usando um cartão de débito pré-carregado ou transferência bancária. Se a vítima hesita, ou faz perguntas, elas são muitas vezes ameaçadas de prisão, deportação ou suspensão da carteira de motorista e, com frequência, o interlocutor torna-se hostil e ofensivo.

NÃO SEJA ENGANADO! A RF nunca:

  • Liga para exigir o pagamento imediato ou ameaçá-lo pessoalmente.
  • Liga sobre os impostos devidos sem primeiro ter lhe enviado uma conta.
  • Exige que você pague os impostos sem lhe dar a oportunidade de questionar ou apelar sobre o valor que dizem que você deve.
  • Exigem a utilização de um método de pagamento específico para seus impostos, tais como um cartão de débito pré-pago.
  • Pedem os números do cartão de crédito ou débito por telefone.
  • Ameaçam trazer a polícia local ou outro órgão policial a fim de prendê-lo caso não pague.

Se o telefone não for atendido e eles deixarem uma mensagem, ela muitas vezes pede para que você ligue de volta “urgente”, e faz mais ameaças. Por favor, não retorne a chamada.

Outra coisa que os golpistas fazem é chamar as pessoas e dizer-lhes que têm uma restituição a receber e tentam enganá-las para, dessa forma, compartilhar dados pessoais. Mais uma vez, esses golpistas podem soar convincente quando ligam. Eles podem parecer saber muito sobre você e serão menos ameaçadores, já que parecem estar oferecendo-lhe alguma coisa, mas, novamente, não confie em ninguém que liga com uma oferta que parece boa demais para ser verdade. Você se coloca em perigo de roubo de identidade.

Se você receber um telefonema de alguém dizendo ser da RF, aqui está o que deve fazer:

  • Se você acha que deve impostos, ligue para a RF em 1.800.829.1040. Os trabalhadores de lá podem ajudá-lo com problemas de pagamento.
  • Se você sabe que não deve impostos ou não tem motivo para acreditar que deve, relate o incidente ao Treasury Inspector General for Tax Administration (TIGTA) em 1.800.366.4484 ou www.tigta.gov.
  • Você pode registrar uma reclamação usando o FTC Complaint Assistant; escolha “Other” e depois “Imposter Scams”. Se a reclamação envolve alguém representando a RF, inclua as palavras “IRS Telephone Scam” nas correspondências.

Lembre-se, também, a RF não usa e-mail, mensagens de texto ou qualquer mídia social para discutir o problema fiscal pessoal.

Suporte a Impostos e Serviço de Aconselhamento em Casos de Alerta

O outro golpe que acontece nesta época do ano é com empresas que prestam “apoio a negociação e conselhos sobre impostos”.

Se você tem dívidas com a RF, e está à procura de apoio na negociação fiscal, atente para alguns desses “alertas” (red flags) de publicidade antes de se comprometer com um serviço:

  • Garantia de Dinheiro de Volta” – Alguns negociadores da dívida oferecem 30 ou 60 dias como garantia do dinheiro de volta. Processo com a RF levam meses, às vezes anos. Se você não está satisfeito com o serviço fornecido pelo seu negociador, pode descobrir apenas após sua garantia expirar.
  • Comentários – Nem todos os comentários são igualmente criados. Às vezes, os clientes recebem descontos extras ou incentivos para fazerem um bom comentário. Uma pessoa que deu ao negociador um comentário brilhante sobre os seus serviços pode ter uma situação fiscal completamente diferente da sua.
  • Licenciado em todos os 50 estados – Isso pode ser um truque, porque nem todos os estados exigem que os negociadores sejam licenciados. “Negociação da dívida” e “ajuste da dívida” podem significar coisas diferentes em outros estados. A RF exige que qualquer pessoa que represente um contribuinte seja um “agente registrado”, um advogado, ou um contador credenciado (CPA). Certifique-se de qualquer negociador que contratar e o ajudar com a RF tenha um desses três títulos.
  • Promessas de Soluções – Uma empresa pode prometer ajudar a “solucionar sua dívida fiscal”, ou “evitar penhoras, taxas e retenções salariais”. Cada caso de imposto é diferente, e ninguém pode prometer qualquer resultado ao trabalhar com a RF.
  • Proteção Legal – Negociadores da dívida podem prometer “proteção legal’, mas a única maneira de ter uma verdadeira proteção jurídica é contratar um advogado. Muitos negociadores não são advogados, e não estão fornecendo aconselhamento jurídico.
  • Serviço Completo – O negociador afirma oferecer “serviço completo”? A RF tem vários tipos de processo. Alguns negociadores só vão ajudar com um tipo, deixando por sua conta os outros. Verifique o que o negociador vai ou não fazer por você antes de pagá-lo.
  • Informação Pessoal – A fim de negociar com a RF, qualquer negociador legítimo exigirá muitas informações altamente pessoais, e você só deve entregá-las a uma pessoa ou empresa de confiança.
  • Assine agora! – Negociadores respeitáveis lhe darão a oportunidade de pensar sobre como contratar seus serviços. Se você se sentir pressionado para assinar ou continuar recebendo telefonemas pressionando-o, pense duas vezes antes de dar ao negociador seu dinheiro.

Em fevereiro, o Departamento de Defesa do Consumidor fez um acordo com a 911 Tax Relief, LLC referente à publicidade enganosa. DCP tem o prazer de anunciar que a 911 Tax concordou em não anunciar em Connecticut, não aceitando quaisquer outros clientes de Connecticut, e pagar a restituição aos clientes. Outras empresas, no entanto, certamente vão tentar tomar o seu lugar.

Lembre-se, um consumidor informado é um consumidor inteligente, e fazer perguntas, reservar seu tempo e verificar com a família e amigos é sempre uma coisa inteligente a se fazer.
Este artigo foi escrito por Catherine Blinder, chefe de educação e de divulgação do Departamento de Defesa do Consumidor do Estado de Connecticut. Para saber mais sobre como o Departamento de Defesa do Consumidor pode ajudar, ligue (860)713-6300 ou 

visite-nos online em www.ct.gov/dcp.

Leave a Comment