Share

Jovem Senador de CT Lidera Mudança no Partido Republicano

Este post também está disponível em: Inglês, Espanhol

Por Emanuela P. Leaf

Traduzido por Frederico Alberti

Art Linares, 26, é senador do estado para o Distrito 33 do Senado, que engloba as cidades de Chester, Clinton, Colchester, Deep River, East Haddam, East Hampton, Essex, Haddam, Lyme, Old Saybrook, Portland e Westbrook. Ele é o primeiro republicano latino a atuar na Assembleia Geral do Estado e o primeiro cubano-americano.

Residente de Westbrook, Linares é o senador republicano de liderança da Comissão de Planejamento e Desenvolvimento do Legislativo estadual, que supervisiona todas as questões relacionadas a governos locais, atividades de planejamento e desenvolvimento regional e programas de desenvolvimento econômico que impactam os governos locais. E, como o líder de Assistência à Minoria, o senador Linares também atua no Comitê de Educação, na Comissão de Estágio e no Comitê Judiciário.

Em 1961, uma força de exilados treinados pela Agência de Inteligência Central invadiu Cuba em uma tentativa de libertar o País do ditador Fidel Castro. Após a invasão falhar, os avós do sen. Linares fugiram do País que amavam para garantir que os seus filhos estivessem seguros e pudessem crescer em um País livre.

Nos Estados Unidos, o pai do senador Linares começou um negócio bem sucedido, e esse sucesso inspirou Linares a começar um negócio quando tinha 19 anos. Ele co-fundou Greenskies, uma empresa de energia solar comercial, em Middletown.

Em 2010, Linares tirou uma licença para ser voluntário para o senador americano Marco Rubio em Washington DC. A experiência inspirou Linares a se envolver em serviços públicos ao retornar para Connecticut.

Mas, além de sua idade, antecedentes familiares e seu sucesso nos negócios e na política, o fato mais notável sobre Linares é como ele representa uma mudança no relacionamento do Partido Republicano com a comunidade imigrante – que vai além do cortejo em época de eleição, e é realmente apoiada com votos no Legislativo estadual.

Em 19 de maio, a Câmara dos Representantes votou 78 a 70 para expandir o número de imigrantes em situação irregular que se qualificam para taxas muito mais baixas de mensalidades estudantis. Enquanto isso, outro projeto de lei, que tornaria esses estudantes elegíveis para competir por uma parte da ajuda financeira de 140 milhões dólares, foi aprovado pelo Senado estadual por 24 votos contra 12.

Linares foi um dos quatro republicanos que votaram a favor do projeto de auxílio financeiro. Os outros foram o líder da minoria Len Fasano, de North Haven, Kevin Witkos, de Canton, e Anthony Guglielmo, de Stafford.

Os opositores argumentaram que a expansão de quem é elegível iria reduzir o financiamento para outros residentes.

Sen. Linares discordou. “Não é uma doação. É uma mão ajudando as pessoas”, ele disse durante o debate no Senado. “Aumentar a concorrência é uma coisa boa. Isto é a América.”

No mês passado, Linares foi nomeado como uma das “estrelas em ascensão do Partido Republicano” pelo Comitê Nacional Republicano, como parte de um programa que visa a destacar as muitas vozes no Partido e mostrar aqueles que têm tido papéis de liderança em níveis estadual e nacional.

Leave a Comment