Share

Novas Tecnologias Favorecem o Aprendizado

Este post também está disponível em: Inglês, Espanhol

Por StatePoint

Traduzido por Frederico Alberti

Imagine um estudante universitário se preparando para o próximo exame. Se você está imaginando ele cercado por livros, você provavelmente não é um recém-formado. Nos dias de hoje, é mais fácil você ver estudantes com tablets, smartphones ou laptops, aproveitando toda sorte de materiais do curso digitalmente – e as notas dos alunos, tudo indica, aumenta, conforme surgem novas tecnologias.

As novas plataformas digitais fazem toda diferença. E os estudantes precisam é de acesso. Os que usam plataformas de aprendizagem digitais aumentam suas notas. Resultado: mais estudantes recebendo B, A, outros aumentando suas notas para C. Isso tudo constatado por um estudo conduzido pela Association of American Publishers (AAP) com mais de 700 estudantes em seis instituições de ensino.

Estudantes universitários da comunidade que participaram do estudo observaram uma melhoria de 12,5%. Outro estudo, de outra plataforma de aprendizagem, feito por outro membro da AAP, descobriu que os estudantes que usam apenas livros cresceram 51%, enquanto os alunos que usaram, tanto o livro didático quanto as possibilidade da plataforma digital de aprendizado, melhoraram 79%.

De fato, essa revolução digital do aprendizado já está inserido em faculdades e universidades em todo os Estados Unidos e os benefícios não param – estendem-se às outras disciplinas e, até mesmo, aos pais.

Embora a mensalidade das universidades tenha aumentado, o custo/benefício para o aluno continua bom. Só a economia gerada pela não impressão de papéis economiza 60% para o estudante.

“Por mais de 10 anos, os editores têm trabalhado em redefinir o conceito de materiais didáticos através de novos conteúdos e inovações tecnológicas”, disse David E. Anderson, diretor executivo de ensino superior da AAP. “O conteúdo, agora, pode ser compartilhado em praticamente qualquer dispositivo, incluindo laptop, tablet ou smartphone, democratizando o saber, pois ele está onde o estudante estiver, quando o aluno precisar e quiser”.

O conteúdo didático tem evoluído muito além de suas origens, vai muito além de uma simples cópia de um livro em PDF. As novas plataformas incluem quiz, testes e jogos que ajudam a melhorar o desempenho estudantil, envolvendo os alunos no assunto e na participação em sala de aula. Por sua vez, a experiência de aprendizagem se tornou menos estática e mais interativa.

Além de tornar a aprendizagem mais envolvente, a tecnologia ajuda a personalizar a experiência de aprendizagem para cada aluno. Os materiais mais recentes usam inteligência artificial para estimular as áreas em que os alunos precisam de mais atenção.

Professores podem aplicar monitoramento em tempo real para determinar o rendimento dos estudantes, ou mesmo da classe inteira, ajustando as lições para melhor atender às necessidades da classe. Eles também podem usar programas para uma comunicação mais direta com os alunos, fazendo aulas em vários níveis, muitas vezes, com centenas de estudantes; outras, mais personalizadas, de uma forma única, jamais pensada no passado.

Cursos com opções digitais têm custo mais baixo, mais conveniência, geram desempenhos melhores dos alunos. Essa é uma lição valiosa a ser aprendida por todos, principalmente pelos estudantes universitários de hoje.

Leave a Comment