Share

O Que Fazer Após um Acidente de Carro se Você Não Tem Convênio Médico

O QUE VOCÊ DEVE SABER

Por Matthew D. Newman, Esq.

Não é incomum alguém que envolveu-se em um acidente de automóvel precisar de tratamento médico. Muitas vezes as pessoas hesitam em ir ao hospital ou visitarem um médico porque não têm convênio. No entanto, existem outras maneiras de pagar pelos tratamentos e serviços necessários depois de ficar ferido em um acidente.

Três alternativas para pagar as despesas médicas se você não tem um convênio

1. Veja o seu seguro automotivo

Muitos seguros de automóveis incluem algo chamado “Medical Payments” (pagamentos médicos) ou cobertura “Med Pay”. Esta cobertura pode estar disponível através de seu próprio seguro ou pela apólice da pessoa ou empresa responsável pela colisão. A cobertura Medical Payments significa que a seguradora cobrirá uma certa quantidade de despesas médicas pelas lesões relacionadas ao acidente. Apesar de não cobrir todos os custos, você pode descobrir que é suficiente para pagar o tratamento de seus ferimentos. Se você tiver cobertura Med Pay em sua própria apólice, deve entrar em contato com sua seguradora o mais rápido possível após o acidente para que eles possam começar o processo de pagamento das despesas. Além disso, você deve fornecer ao hospital e aos médicos as informações da apólice de seguro do carro para que eles possam submeter as contas ao pagamento. Se você não tem certeza se tem ou não a cobertura Med Pay, deve entrar em contato com sua seguradora ou agente. Se for contatado pela seguradora da parte responsável, pergunte se a cobertura Med Pay está disponível. Med Pay pode ajudar a pagar as contas médicas, independentemente de quem é a culpa.

2. Considere contratar um advogado

Se você ficou ferido em um acidente de carro no qual outra pessoa é responsável, você pode processá-la por compensação incluindo suas despesas médicas. Apesar de soar contraintuitivo contratar um advogado quando você já está lutando para pagar as contas, considere que muitos advogados de danos pessoais trabalham na base da contingência — eles não recebem o pagamento até ganharem seu caso — e, em muitos casos, a parte responsável é que terá que pagar as taxas.

3. Aguarde por uma oferta de acordo

Muitas pessoas que sofrerão lesões aguardam a seguradora oferecer uma solução com a intenção de usar esse dinheiro para ajudar a pagar o tratamento médico e as despesas. Se você optar por esse caminho, não aceite uma oferta de acordo até que saiba a extensão de seus ferimentos e possíveis contas médicas. É importante consultar um médico imediatamente. Saber toda a extensão de seus ferimentos e ter uma estimativa do total de despesas médicas que torna menos provável que você aceite uma oferta inadequada antecipada.

4. Conselho legal pode ajudá-lo a encontrar recursos financeiros

Se você foi ferido em um acidente de carro e não sabe como vai pagar suas despesas, consulte um advogado de danos pessoais ou de acidente de carro imediatamente; eles vão aconselhá-lo sobre suas opções e buscar reparações em seu nome enquanto você se concentra na cura.

Não há necessidade de deixar as contas médicas angustiá-lo. Existem recursos de financiamento disponíveis; você só precisa saber onde encontrá-los.

Ventura, Ribeiro & Smith tem ajudado as vítimas de acidentes em todo o Estado de Connecticut por mais de 55 anos. Com seus principais escritórios em Danbury e Bridgeport, Connecticut, Ventura, Ribeiro & Smith concentra-se em casos de danos pessoais, acidentes, acidentes de trabalho e compensação trabalhista, responsabilidade civil em massa e processo farmacêutico complexo e dispositivo médico. Para mais informações, visite VRSLaw.com ou ligue para 203.800.8000.

Leave a Comment