Share

Palestra Oferece Dicas Sobre Como Proteger Seus Entes Queridos

Este post também está disponível em: Inglês, Espanhol

Por Angela Barbosa

À medida em que envelhecemos, casamos e construímos nossas famílias, nosso foco muda para coisas que afetarão não apenas nossas vidas, mas também as dos nossos entes queridos. Nunca é cedo demais para considerar, proteger e garantir o futuro deles em caso de seu falecimento. Com isso em mente, uma empresária local decidiu sediar palestras sobre a importância e os benefícios de ter seguro de vida, um testamento e testamento vital para cuidar de todas as necessidades monetárias que podem surgir.

“É importante que a comunidade tenha consciência da necessidade de um testamento e um seguro de vida”, disse Talline Carvalho, agente da State Farm local, que trabalha nessa indústria há mais de uma década, para o público que assistiu à primeira palestra realizada no Centro Cultural Português, em Danbury, em setembro.

“Nós protegemos nossos carros, nossas casas, mas às vezes nos esquecemos de proteger aquilo que é mais importante para nós, nossas famílias”, ela enfatizou. “Nós temos uma certeza na vida, e é a de que não vamos viver para sempre. Entrar em contato com um profissional que será capaz de guiá-lo e identificar as suas necessidades é extremamente importante.”

Carvalho explicou que o seguro de vida é baseado “caso por caso”.

“O que é importante para você? Deixar um legado? Certificar-se de que as crianças vão para a faculdade? Estabilidade financeira? Contribuições para a caridade, planejamento imobiliário? Poupança para o futuro? Uma análise das necessidades de vida completa é feita para garantir que as prioridades do segurado sejam cobertas.”

Os advogados Carlos Santos e Anthony Nunes do Fitzpatrick Mariano Santos Sousa P.C., um escritório de advocacia em Connecticut localizado em Naugatuck, que existe desde 1978, forneceram informações sobre testamentos e testamentos vitais.

“Quando se trata de planejamento imobiliário, é importante saber que os testamentos e consórcios são ferramentas importantes que permitem às pessoas distribuírem sua propriedade como quiserem”, disse Santos, que está na empresa desde 2002.

Os participantes foram capazes de entender que um testamento vital não é nada como os testamentos que as pessoas usam para distribuir a propriedade após a morte. Pelo contrário, é um documento que permite que as pessoas declarem seus desejos de cuidados médicos no fim da vida, caso se tornem incapazes de comunicar suas decisões. Ele não tem nenhum poder após a morte. Mas pode dar uma orientação valiosa para os familiares e os profissionais de saúde, se uma pessoa não pode expressar seus desejos. Sem um documento expressando esses desejos, membros da família e médicos têm que adivinhar o que uma pessoa gravemente doente prefere em termos de tratamento. Eles podem acabar em conflitos dolorosos, que ocasionalmente chegam ao tribunal.

“Há apólices de seguro de vida para todas as idades; tudo depende das necessidades. Além disso, proteger a vontade e os últimos desejos do seu ente querido é realmente importante”, afirmou Carvalho. “Todo mundo deveria conversar com um profissional para obter ajuda para identificar essas necessidades”, concluiu.

Para mais informações sobre a próxima palestra ou quaisquer questões relacionadas a seguros de vida, entre em contato com Talline Carvalho em 203-456-6577 ou visite seu escritório State Farm localizado na 15 Federal Road, Unit 1, em Danbury, CT.

Leave a Comment