Share

Segurança Virtual e Pequenas Empresas

Este post também está disponível em: Inglês, Espanhol

Por Catherine Binder

Você é uma das milhões de pessoas no país que tiveram suas informações pessoais expostas como resultado de violações de computadores em lojas, sites do governo ou grandes corporações?

Todos nós já ouvimos sobre roubo de informações pessoais nos níveis estadual, nacional e internacional, mas a verdade é que nenhuma empresa está isenta de ter seu sistema hackeado e as informações de clientes roubadas.

E, quando um indivíduo ou uma empresa de pequeno porte tem seu sistema hackeado, é tão devastador para seus clientes como quando o alvo é o governo ou uma grande corporação -­­ o risco de exposição de registos de cartões de crédito, números de seguro social e datas de nascimento de clientes ou informação financeira da instituição.

Computadores e sistemas de pagamento eletrônico tornaram mais fácil para as pequenas empresas crescerem e alcançarem novos e maiores mercados. Eles também oferecem oportunidades para uma entrega mais eficiente de serviços. Mas, para cada transação ou pagamento virtual, há exposição a hackers que parecem estar um passo à frente daqueles que os perseguem.

Se uma empresa está pensando em adotar a computação em nuvem ou apenas em usar e-mail e manter um site, a segurança virtual deve ser parte do seu plano. O roubo de informações digitais tornou-se a fraude mais comumente relatada, superando roubo físico, e toda empresa que utiliza a internet é responsável por criar uma cultura de segurança que reduzirá riscos para o negócio e os consumidores.

Há muitos recursos para os interessados ​​em criar maior segurança para seus negócios – a FCC lançou o Small Biz Cyber Planner, um recurso online para ajudar pequenas empresas a criarem planos de segurança virtual personalizados.

https://apps.fcc.gov/edocs_public/attachmatch/DOC-306595A1.pdf

Abaixo estão algumas dicas para ajudá-lo a tornar seu negócio o mais seguro possível enquanto você continua a explorar novas maneiras de proteger seus negócios, funcionários, clientes e dados das crescentes ameaças virtuais.

10 dicas de segurança virtual para pequenas empresas

  1. Treine os funcionários em princípios de segurança

Estabeleça práticas e políticas básicas de segurança para os funcionários. Crie regras de comportamento que descrevam como manipular e proteger as informações dos clientes e outros dados importantes.

  1. Proteja a informação, os computadores e as redes de ataques virtuais

Mantenha limpas as máquinas: ter os mais recentes software de segurança, navegador e sistema operacional é a melhor defesa contra vírus, malware e outras ameaças online.

  1. Providencie segurança de firewall para sua conexão de internet

Um firewall é um conjunto de programas que impedem pessoas de fora de acessarem dados em uma rede privada. Se os funcionários trabalharem de casa, certifique-se de que os sistemas deles em casa são protegidos por um.

  1. Crie um plano de ação para dispositivo móvel

Os dispositivos móveis podem criar desafios de segurança significativos. Exija que os usuários usem senha para proteger seus dispositivos, criptografe seus dados e instale aplicativos de segurança para impedir os criminosos de roubarem informações enquanto o telefone estiver em redes públicas.

  1. Faça cópias dos dados e informações importantes

Faça backup dos dados regularmente em todos os computadores. Dados críticos incluem documentos de texto, planilhas eletrônicas, bancos de dados, arquivos financeiros, arquivos de recursos humanos e contas a receber/pagar.

  1. Controle o acesso físico aos seus computadores e crie contas de usuário para cada funcionário

Laptops podem ser alvos particularmente fáceis para roubos ou podem ser perdidos, então guarde-os quando não forem usados.

  1. Proteja suas redes Wi-Fi

Se você tem uma rede Wi-Fi para o local de trabalho, certifique-se de que é segura, criptografada e oculta.

  1. Use as melhores práticas nos cartões de pagamentos

Trabalhe com o seu banco para garantir o caminho mais seguro para processar pagamentos. Não use o mesmo computador para navegar na internet e fazer pagamentos.

  1. Limite o acesso dos funcionários aos dados e informações cruciais

Não forneça a qualquer funcionário o acesso a todos os sistemas de dados.

  1. Senhas e autenticação

Exija que os funcionários usem senhas e alterem-as a cada três meses.

Essas dicas simples ajudarão a garantir que o seu pequeno negócio esteja seguro e protegido de golpistas para que você possa se concentrar em ser rentável!

Este artigo foi escrito por Catherine Blinder, chefe do Departamento de Defesa do Consumidor do Estado de Connecticut. Para saber mais sobre como o Departamento de Defesa do Consumidor pode ajudar, ligue para (860) 713-6300 ou visite-nos online em www.ct.gov/dcp.

Leave a Comment