Share

Seja o Herói de Sua Própria História

Este post também está disponível em: Inglês, Espanhol

Por Eric Faria

Mark Twain disse uma vez a famosa frase: “O mundo não lhe deve nada. Ele estava aqui antes.” Essa afirmação pode soar um pouco dura, mas pense nisso, quantas vezes você já ouviu pessoas queixarem-se por não serem apreciadas pelos outros, e de não receberem o que merecem na vida? Muito provavelmente alguém com quem você entrou em contato recentemente proferiu palavras semelhantes.

Durante o mês de agosto eu tive um momento onde pensei em não continuar com esta coluna. O medo se instalou, e eu duvidei da minha capacidade de contribuição para com os outros. Perguntei-me: para quem estou escrevendo? Será que as minhas palavras fazem alguma diferença? Será que alguém conhece sequer o meu trabalho? Então, percebi uma coisa, caso eu não continuasse nesse processo, eu estaria voltando a ter uma existência pobre e lamentável. Este sou eu: amo escrever, sou um colunista, e quero publicar meu primeiro livro dentro dos próximos três anos. Se tivesse parado agora, eu não teria a força de buscar a minha incursão no mundo literário.

Então, quero lhe perguntar: onde você permitiu que o medo, as circunstâncias externas e outras pessoas ditassem a vida que você deveria ter? Quando foi que você se esqueceu de quem você era na sua essência?

Lamento ser o portador de más notícias, mas até que você escolha ser o(a) protagonista de sua vida, nada vai mudar. Haverá sempre um cônjuge, filhos, empregos, membros da família, amigos, a sociedade ou crenças limitantes, que impedirão o fluir natural da sua criatividade, que te impedirão de se tornar quem você, de fato, é.

Quando foi a última vez que você usou a sua energia para fazer algo para si mesmo? Não porque era necessário fazê-lo, mas por você ser digno. Ah, o merecimento! Eu poderia escrever pelo resto da minha vida sobre esse tema e estaria apenas começando.

Não há nada fácil em ser o herói ou a heroína de sua própria história. Se você pegar qualquer livro, filme ou programa de TV onde seguimos a jornada do(a) protagonista, começará a ver que há muitos obstáculos, conflitos e adversidades a serem superados. Viver o seu propósito pode até não ser uma caminhada num jardim de rosas, no entanto, uma existência monótona, aquela onde você segue pela estrada “fácil”, é um desserviço para todos os indivíduos que vieram antes e depois de você, e acima de tudo, para ti mesmo.

Qual será o seu legado? Como você planeja fazer deste mundo um lugar melhor? Comece pequeno e vá na sua própria velocidade, devagar e sempre é melhor do que a inação. Lembre-se: você pode começar de novo. Enquanto estiver respirando, haverão pessoas que precisam ser tocadas, movidas e inspiradas pelos dons que você tem para compartilhar. Tudo é um processo e leva tempo. A boa notícia é que você pode começar hoje!

Eric Faria é Coach de Inteligência Emocional. Ele faz treinamentos de autodesenvolvimento desde 2005, usando essas ferramentas em seu Coaching profissional. Formou-se pelo programa do International Coach Federation em janeiro de 2014. Eric vive em Connecticut e, além de trabalhar com clientes particulares, faz palestras motivacionais. Para mais informações, ou para contatá-lo, envie um e-mail para eric@ericfaria.com.

Leave a Comment