Share

USCIS lança Iniciativa Conscientização Pública sobre Cidadania

Este post também está disponível em: Inglês, Espanhol

Por Emanuela P. Leaf

Traduzido por Frederico Alberti

No mês passado, o Serviço de Imigração e Cidadania dos EUA lançou uma série de materiais promocionais para aumentar a conscientização sobre direitos, responsabilidades e importância da cidadania americana e oferecer informações sobre o processo de naturalização e recursos educacionais da USCIS.

A campanha promocional orienta residentes permanentes legais para o Centro de Recursos de Cidadania da USCIS. Acesse http://www.uscis.gov/citizenship para informações oficiais sobre cidadania e naturalização.

“A USCIS tem o orgulho de expandir seus esforços para ajudar as pessoas elegíveis para a cidadania – o mais alto privilégio de sistema de imigração da nossa nação – a tomar as medidas necessárias para completar a sua jornada”, disse León Rodríguez, diretor da USCIS. “Através desta iniciativa, a USCIS continua a enfatizar a importância da cidadania, tanto para os indivíduos, quanto para a nação, proporcionando ferramentas gratuitas de preparação para os cidadãos.”

Portadores de green card que preencham todos os requisitos de elegibilidade podem requerer a cidadania após cinco anos. Ou três anos, se forem casados com um cidadão americano.

Mas Quais São os Benefícios e Responsabilidades da Cidadania?

Benefícios

A Constituição e as leis dos Estados Unidos dão muitos direitos para os cidadãos e não-cidadãos que vivem nos Estados Unidos. No entanto, alguns direitos são só para os cidadãos, tais como:

  • Votação. Apenas os cidadãos dos EUA podem votar nas eleições federais. A maioria dos estados também restringe o direito ao voto, na maioria das eleições, para os cidadãos dos EUA.
  • Trazer membros da família para os Estados Unidos. Os cidadãos em geral têm prioridade para trazer membros da família de forma permanente a este país.
  • Obter cidadania para filhos nascidos no exterior. Na maioria dos casos, uma criança nascida no estrangeiro como cidadã americana é automaticamente uma cidadã dos EUA.
  • Viajar com um passaporte americano. Um passaporte dos EUA permite que você obtenha assistência do governo dos EUA, quando no exterior.
  • Ter direito a empregos federais. A maioria dos postos de trabalho nas agências governamentais exigem cidadania dos EUA.
  • Tornar-se um funcionário eleito. Muitos desses órgãos exigem cidadania dos EUA.
  • Mostrar seu patriotismo. Tornar-se um cidadão dos EUA é uma forma de demonstrar o seu compromisso com o seu novo país.

A lista acima não inclui todos os benefícios da cidadania, somente alguns dos mais importantes.

Responsabilidades

Para se tornar um cidadão dos EUA, é necessário fazer o juramento de fidelidade. O juramento inclui várias promessas que você faz quando se torna um cidadão dos EUA, incluindo promessas para:

  • Dar toda lealdade, antes de qualquer outra nação ou soberania;
  • Jurar lealdade aos Estados Unidos;
  • Apoiar e defender a Constituição e as leis dos Estados Unidos; e
  • Servir o país quando necessário. Os cidadãos dos Estados Unidos têm muitos outras responsabilidades do que as mencionadas no Juramento. Os cidadãos têm a responsabilidade de participar no processo político, registrando e votando em eleições e servindo em júris.

“Quando você decide se tornar um cidadão dos EUA, você precisa estar disposto a cumprir as responsabilidades da cidadania. Nós esperamos que você honre e respeite as liberdades e oportunidades que a cidadania lhe dá. Ao mesmo tempo, esperamos que você se torne um membro ativo de sua comunidade. É através da participação em sua comunidade que você realmente se torna um americano”, Website de Serviços de Cidadania e Imigração dos EUA.

Vivian Alves, 28 anos,  que formou-se em contabilidade gerencial para gestão financeira pela Sacred Heart University, estava pronta, disposta e capaz.

“Ser uma residente de Connecticut desde que eu tinha três anos, definitivamente, me inspirou a me tornar uma cidadã. Os EUA têm me dado tanto, desde educação, oportunidades de trabalho e outras necessidades, como cuidados de saúde e de segurança social, que eu acredito que eu nunca teria acesso no meu país natal: o Brasil “, diz Alves, que esperou 25 anos para a processo de legalização chegar ao ponto onde ela seria elegível para a cidadania, acrescentando: “Posso garantir a qualquer pessoa que os EUA são realmente uma terra de liberdade.”

Para ela, o benefício mais notável de se tornar um cidadã dos EUA é o poder de voto.

“Como cidadã, a minha opinião nos assuntos do governo dos EUA tem peso e saber que eu tenho o direito de ‘manifestar’ é realmente um benefício para mim. A primeira coisa que fiz depois da minha cerimônia de juramento foi me registrar para votar.  Mal posso esperar até as eleições presidenciais de 2016!”

De acordo com a análise mais recente do Departamento de Segurança e Estatística de Imigração, estima-se que 8,8 milhões de residentes permanentes legais são elegíveis para solicitar a cidadania, e o tempo médio gasto como um residente permanente legal antes de se tornar um cidadão dos Estados Unidos é de sete anos.

“Eu aconselho a todos que podem requerer cidadania a fazê-lo o mais rápido possível”, diz Alves. “Os benefícios são, sem dúvida alguma, muito melhores do que os que você tem como um residente permanente. Se tornar um cidadão mostra como você está empenhado com este país e mostra que você vai respeitar a liberdade e as oportunidades que vem com a cidadania”.

Para obter mais informações sobre o processo de Cidadania, visite http://www.uscis.gov/citizenship.

Leave a Comment