Share

Village Big Turtle – A Opção Gratuita do Summer Camp

Este post também está disponível em: Inglês, Espanhol

Por Maria Roman

Traduzido por Frederico Alberti

A sensação que eu tive ao entrar no acampamento da juventude, durante a semana do dia 20 de julho, no Devil’s Hopyard, em East Haddam, era a de como eu estivesse andando em uma vila de crianças na floresta. Havia 60 crianças em cerca de 30 tendas, uma seção para meninos e outra para meninas, com uma cozinha completa, com fogão convertido para gás propano, com grelhas grandes, além de um caminhão U-Haul cheio de comida, uma pia portátil com um tanque de água em anexo, banheiros portáteis e muito mais. A cozinheira, Magda Natal, junto aos jovens, preparavam as deliciosas refeições a partir de um menu pré-definido, que incluia ovos com pão, chili e churrasco de frango. No final de cada dia, com suas lanternas, os jovens trilhavam a floresta em direção de suas tendas, depois de participar de diversas atividades de aprendizado.

“Foi sensacional; sem dúvida alguma, voltaremos no próximo ano”, gritaram dois irmãos que participaram do acampamento pela primeira vez.

Desde 2001, a Junta de Ação Progressista, localizada em um bairro que é predominantemente Latino, na seção de Fair Haven, New Haven, tem oferecido essa experiência de acampamento grátis a jovens de 8-12 anos que não têm meios econômicos para ir acampar em um Summer Camp tradicional.

Em seus 14 anos de existência, a viagem de cinco dias para o acampamento Big Turtle Village’s (BTV) foi criada no ano em que a Junta de viagens para a juventude era mais um parque de diversões e o Presidente do Conselho de Administração, Rafael Ramos, pensou que seria mais interessante e mais significativo se a viagem fosse para um acampamento onde as oficinas fossem relacionadas com o ambiente.

A diretora executiva da Junta, Sandra Trevino, explicou que as doações são o financiamento primário para a BTV. O acampamento é administrado por voluntários adultos e conselheiros pagos através do Programa de Trabalho da Cidade da Juventude de New Haven. O currículo inclui reciclagem, conservação da água com facilitadores remunerados e voluntários que vieram de empresas privadas para os workshops, incluindo os cursos de “Como desfrutar da floresta durante a noite” do Yale Peabody Museum, onde os jovens sinalizam para as corujas e ouvem a resposta. E outros, como “Arte e Natureza”, Storytelling, Yoga e Zumba. Além disso, os jovens fizeram escaladas para ver o charco d’água e fizeram viagens de ônibus para o Mystic Aquarium e para a praia Hammonassett.

Tradicionalmente, na última noite, há um círculo de tambores. Michael Mills, de New Haven, começou com uma batida brasileira de Samba, tocada em grandes tambores, djembes e congas. Todas as crianças voltaram para casa com ingressos para o Yale Peabody Museum, um livro sobre oceanografia, mochilas e camisetas da BTV.

Para doações e mais informações: http://juntainc.org/programs/big-turtle-village/.

Leave a Comment